Inicio >> Sexualidade >> Prazer que deveria ser uma rotina, masturbação feminina

Prazer que deveria ser uma rotina, masturbação feminina

Historicamente a masturbação tem sido uma das práticas sexuais mais duramente tratada pela sociedade, religião e medicina, carregando as ideias de pecado, vício e doença. No início dos anos 50, o biólogo Alfred Kinsey dedicou um longo período de sua vida pesquisando o comportamento sexual das pessoas. Publicou sua pesquisa após 10 anos de coleta de dados e revelou que o número de pessoas que se masturbavam era bem maior do que se esperava. Por volta de 90% dos homens e 60% das mulheres relataram já ter se masturbado pelo menos uma vez, o que comprovava que, apesar de se acreditar que a masturbação era algo ruim, muitas pessoas a praticavam. Contudo, foi só em 1972 que a Associação Americana de Medicina passou a considerar a masturbação como uma prática normal da sexualidade.


Apesar disso, o tema da masturbação sempre foi mais comum para os homens do que para as mulheres, considerando que os meninos têm maior liberdade para falar sobre isso e para praticar também. Podemos até dizer que as meninas, pelo menos a grande maioria, aprendem sobre sua sexualidade através dos meninos, enquanto eles aprendem através de si mesmos. A grande maioria dos meninos, se não todos, experimentam o orgasmo antes da primeira relação sexual, pois têm liberdade de explorar o próprio corpo e assim aprendem a entender o que lhes dá mais prazer e como chegar ao orgasmo. Do outro lado da história, as meninas não são incentivadas à prática da masturbação, assim, não conhecem o próprio corpo e consequentemente, têm mais dificuldade em ter orgasmos.

Apesar de a masturbação ser uma coisa muito boa e comum, esse tema ainda é um tabu que precisa ser quebrado! A masturbação, se praticada de maneira espontânea, sem medo e sem ansiedades, só traz benefícios para a vida sexual da mulher. Por isso esse tema não deveria ser mais tabu e deveríamos, além de falar mais sobre isso, praticar também!

Quais o benefícios da masturbação feminina?

São vários os benefícios da masturbação na sexualidade feminina. É um fator extremamente positivo no desenvolvimento sexual da mulher, pois é um ótimo meio de aprender sobre a sua anatomia e entrar em contato com seu próprio corpo. Saber sobre sua resposta sexual, lugares que te dão mais prazer é fundamental para poder aproveitar mais a relação sexual com o(a) parceiro(a). Além do que, a masturbação é o melhor meio para aprender o orgasmo, pois melhora seu repertório de comportamentos sexuais e só você é capaz de saber o que é melhor para seu próprio prazer!

Temos que levar em conta também que a masturbação é um momento de intimidade feminina, o autoconhecimento favorece uma relação mais positiva com o corpo, melhora a autoestima e a satisfação corporal! Afinal, qual mulher não gosta de se sentir desejada? Para isso, temos que começar a nos sentir desejadas por nós mesmas! Ter intimidade e conforto para tocar a si mesma é fundamental para diminuir a ansiedade durante a relação sexual e, sentindo-se mais livres, aumentamos as chances de ter prazer!

Conhecendo o próprio corpo, você aprende do que gosta e como gosta! Isso facilita a comunicação para o(a) parceiro(a) e as chances de uma relação sexual resultar em mais prazer e orgasmos aumentam, e muito! Por isso, deixe a vergonha de lado! Não existe nada de errado em se masturbar, apenas pontos positivos e muito prazer envolvido.

Autor Marister Souza Santana

Blogueira, master trainer, empresária, coach sexual e profissional capacitada em saúde e educação sexual, ceo da Bebela Lingerie.

LEIA TAMBÉM

Preliminares

Por mais que muitas mulheres digam que homem odeia preliminares, na verdade o que existe …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *